Diretoria Executiva

Yann des Longchamps

Yann des Longchamps

Presidente

Desde agosto de 2014, Yann des Longchamps é Diretor da EDF no Brasil e Diretor Presidente da EDF Norte Fluminense, que possui um ciclo de gás combinado de 827 MW fornecendo aproximadamente 25% da energia elétrica consumida na região metropolitana do Rio de Janeiro. A empresa também é acionista de 51% da CES - a Companhia de Energia de Sinop (Sinop Energia), juntamente com o Grupo Eletrobras, responsável pela construção e operação de uma usina hidrelétrica de 401,88 MW no estado do Mato Grosso. Yann é Presidente do Conselho de Administração da CES.

Como Country Manager, ele é responsável pelo desenvolvimento do Grupo EDF no território através da expansão das atividades da EDF Norte Fluminense e assegurando a coordenação com unidades) do Grupo sediadas no Brasil.

Ele representa a EDF perante às autoridades locais.

Ele ingressou no Grupo EDF em 1999 como Gerente de Contas da Light, a distribuidora de energia elétrica do estado do Rio de Janeiro no Brasil. Em seguida, gerenciou o portfólio de clientes residenciais, especialmente localizados nos bairros desfavorecidos da cidade. Em 2003, Yann des Longchamps foi convidado a integrar a matriz da EDF em Paris para participar da construção da dimensão internacional do Grupo, trazendo sua experiência anterior em mercados de energia de países em desenvolvimento.

Em 2005, foi nomeado chefe de atendimento ao cliente da EDF-GDF do Departamento de Seine et Marne, liderando uma equipe de cerca de 200 funcionários atendendo a 500.000 clientes enquanto o mercado estava se abrindo para a concorrência. De 2007 a 2014, Yann des Longchamps ocupou o cargo de Conselheiro para Assuntos Internacionais no escritório do CEO. Durante este período, ele participou da definição e implementação da estratégia de desenvolvimento do Grupo na África, Oriente Médio, América Latina e Rússia. Da mesma forma, ele contribuiu para o fortalecimento dinâmico da cooperação estratégica da EDF com os principais parceiros industriais, como a Rosatom na Rússia, a Eletrobras no Brasil e o serviço nacional de eletricidade no Marrocos.

Yann des Longchamps está no Rio de Janeiro desde agosto de 2014. Graduou-se em Direito e Ciências Políticas (França, Reino Unido) e em Administração de Empresas, tendo MBA em Marketing (Brasil). Ele fala cinco idiomas: francês, inglês, português, espanhol e italiano

Jean Jolyot Brouchon

Jean Jolyot Brouchon

Diretor Financeiro e Administrativo

Desde outubro de 2014, Jean Jolyot Brouchon é o Diretor Financeiro da EDF Norte Fluminense.

Ele veio para o Brasil com a missão de difundir a estratégia financeira do Grupo EDF na empresa, além de dirigir as áreas de Compras & Logística, e de Tecnologia da Informação.

Jean ingressou no Grupo EDF em 2006 como Diretor de Finanças da COMEGO (empresa do Grupo EDF no México), responsável por cinco usinas incorporadas no regime do Produtor de Energia Independente. Em 2008, foi nomeado CFO na Fenice (empresa do Grupo EDF na Itália), e membro do seu Conselho de Administração.

Antes de se juntar ao Grupo EDF, Jean Jolyot trabalhou 11 anos para a VALEO, respondendo pela área financeira da empresa em países como Estados Unidos, México, Argentina e França.

Jean Jolyot Brouchon graduou-se com um Major em Finanças e Controle de Custos no Institut Supérieur du Commerce de Paris e, hoje, reside no Rio de Janeiro.

Alfredo Poblador

Alfredo Poblador

Diretor de Operações

Desde de 2013, Alfredo Poblador é o Diretor de Operação da planta da EDF Norte Fluminense, em Macaé no Estado do Rio de Janeiro, parte importante do Departamento Internacional da empresa.

Alfredo começou sua carreira na EDF como estagiário e em 2002, formou-se em “Gestão da Complexidade em Contextos Internacional e Intercultural”, pela Universidade de Barcelona, passando a trabalhar no Centro de Engenharia Térmica da EDF.

Entre 2002 e 2009, ele ocupou funções distintas na área de engenharia da empresa, além de participar de novos projetos na França e em outros países, como por exemplo as usinas do Ciclo Combinado a Gás de Rio Bravo, no México, de GCC Phu My, no Vietnã, e de Blénod e Martigues.

Alfredo participou da elaboração de projetos em Dunkirk, cidade portuária da França na fronteira com a Bélgica e na Córsega, ilha francesa no mar mediterrâneo. Também liderou missões de especialização na França e no exterior, como o Pipeline Del Rio, no México, a usina a carvão Laibin, na China, além do Collette Power Plant, da Jersey Electricity Company, no Reino Unido. Em 2009, ele assumiu a chefia de operações da térmica de Vitry sur Seine.

Nascido na Espanha, Alfredo graduou-se em Engenharia Industrial pela Universidade Politécnica de Madrid e pela Escola de Engenharia de Marselha.

Ricardo Barsotti

Ricardo Barsotti

Diretor Jurídico

Desde fevereiro de 2017, Ricardo Barsotti é Diretor Jurídico da EDF no Brasil e da Divisão Internacional da EDF para a América do Sul (exceto Chile).

Ele e sua equipe são responsáveis por todos os aspectos jurídicos das entidades e atividades da EDF na região, com exceção da EDF Renewables e da Citelum, incluindo suporte jurídico para o desenvolvimento de projetos no Brasil e na América do Sul (“South America Business Development”).

Ele está à frente de todos os assuntos envolvendo direito societário, contratos, governança corporativa, disputas fiscais, litígios, direito do trabalho/previdenciário e do relacionamento com escritórios de advocacia parceiros. Barsotti também é Secretário do Conselho de Administração e das Assembleias Gerais da EDF Norte Fluminense e da Sinop Energia, ocupando ainda, nesta última, a posição de Conselheiro suplente e de coordenador do Comitê Jurídico de acionistas, assegurando suporte jurídico em questões cruciais relacionadas à governança corporativa, financiamento de longo prazo junto ao BNDES, contratos de construção EPC e relacionamento entre acionistas.

Barsotti ingressou no Grupo EDF em fevereiro de 2015, como Assessor Jurídico de Projetos para o Brasil. Ricardo Barsotti fica baseado no Rio de Janeiro.

Ele obteve sua graduação em Direito (“LLB”) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e seu Mestrado (“LLM”) pela Northwestern Univesity em Chicago, EUA e, ainda, certificado em “Contratos de infraestrutura (Project Finance)” pela Faculdade Getúlio Vargas FGV/SP, em “Setor de energia – aspectos físicos e de regulamentação” pela Associação Brasileira de Companhias de Energia Elétrica ABCE e em “Gestão de Departamentos Jurídicos” pelo Insper de São Paulo. Ele é membro da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção de São Paulo, desde o ano 2000 e do New York Bar Association desde 2009.

Emmanuelle Missire

Emmanuelle Missire

Diretora de Recursos Humanos e Comunicação

Emmanuelle Missire entrou para a equipe EDF Norte Fluminense em fevereiro de 2019. 

Emmanuelle Missire iniciou seu caminho na EDF em 2002 trabalhando em uma usina de produção térmica e hidráulica no leste da França, onde foi responsável por fazer cumprir a Lei de Modernização Social, fornecendo assessoria jurídica ao Diretor Regional e gerenciando carreiras de funcionários na Região, bem como a transferência de funcionários de instalações térmicas para usinas nucleares.
No final de 2003, ela entrou para a Divisão Comercial da EDF em Paris para assumir o diálogo social com as corporações, a princípio, e depois com indivíduos e profissionais. Ela supervisionou a gestão dos órgãos nacionais de representação de empregados, a negociação e o monitoramento de carreiras sindicais e de assistentes sociais, bem como a criação de um Serviço de Saúde Ocupacional com 12.000 funcionários espalhados por todo o território francês.
Em 2008, trabalhou com Assessoria Social, Relações Públicas e Comunicação com a Presidência do Grupo. Durante esse período, ela participou da definição de metas de negociação social com as Federações Sindicais, preparando discussões com o Presidente do Grupo, além de contribuir para todos os eventos em que o Presidente do Grupo estava representado externamente, especialmente perante os Ministérios, todos os eventos de comunicação (publicação, imprensa, EDF Diversiterre Foundation …) para garantir a influência positiva do Grupo EDF com os intervenientes políticos e dos meios de comunicação relevantes.
Em 2010, foi nomeada Diretora Regional de Recursos Humanos na região Noroeste da França, supervisionando o diálogo social, a comunicação social, a gestão de disputas externas, bem como a inovação social e a saúde e segurança de 1000 funcionários da Divisão Comercial.
Ela então se juntou a Enedis, uma gerenciadora de distribuição de rede elétrica, onde foi nomeada Diretora Territorial. Ela então liderou a negociação do contrato de concessão com a 3ª concessionária da França e registrou a ambição territorial da Enedis para o departamento de que ela estava encarregada. Tornou-se então interlocutora entre autoridades eleitas e agentes econômicos e institucionais em projetos de planejamento e desenvolvimento urbano territorial (construção de sítios, conexão, desenvolvimento …) e acompanhou projetos técnicos e políticos relacionados à Transição de Energia para o surgimento de Cidades Inteligentes (redes inteligentes, autoconsumo, mobilidade suave, controle de demanda de energia, dados abertos e todas as soluções sob medida).
Formou-se com honras em direito social na Universidade de Nantes, Emmanuelle Missire é formada em Gestão de Recursos Humanos pela Neoma Business School. Ela se formou com honras em sua classe na ESSEC Business School e completou seu caminho educacional com uma Certificação de Finanças Executivas na HEC Paris. Ela fala francês, inglês, espanhol e português.

Pierre Bradier

Pierre Bradier

Diretor de Novos Negócios

Pierre Bradier ingressou no Grupo EDF em maio de 2007 como engenheiro civil na EDF SEPTEN. De outubro de 2008 até janeiro de 2010, trabalhou como gerente de projetos na EDF Energies Nouvelles, em Paris.

Ele se mudou para a EDF Norte Fluminense no Rio de Janeiro, Brasil em março de 2010 para trabalhar com projetos fotovoltaicos. O primeiro projeto foi a construção de um projeto fotovoltaico de 320Kw no interior do EDF Norte Fluminense. Mais tarde, ele se juntou ao Projeto Solar do Maracanã como diretor técnico do consórcio 49% EDF/51% Light criado para projetar, construir e operar um projeto fotovoltaico de 400 kW no telhado do Estádio do Maracanã no Rio de Janeiro para a Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016.

Desde dezembro de 2103, Pierre trabalha como gerente de novos negócios, avaliando e estruturando oportunidades de negócios em conjunto com a equipe de desenvolvimento da EDF no Brasil. Também supervisiona o Projeto SINOP para o EDF Norte Fluminense, como membro suplente do conselho e da EDF.

É representante nos Comitês de Coordenação e Financeiro, nos quais participa da estruturação do projeto de financiamento e negociação de empréstimos com credores.

Se formou em Engenharia Civil (França, 2007) e Finanças (Brasil, 2014). Fala fluentemente francês, português e inglês.