Usina Termelétrica Norte Fluminense

Localizada em Macaé, interior do Rio de Janeiro, a Usina Termelétrica (UTE) Norte Fluminense é o primeiro ativo no Brasil na história da nossa companhia e é considerada a mais eficiente entre as térmicas em operação no país e no portfólio do Grupo EDF. Diante disso, é tida como uma vitrine tecnológica do Grupo em termos de desempenho, disponibilidade e segurança.

Além do alto padrão de saúde e segurança, a preocupação com o meio ambiente também é um dos pilares da nossa atuação, o que se reflete na adoção de práticas sustentáveis na operação da usina. Além de programas como o de gerenciamento de emissões de poluentes e o de monitoramento sistemático das águas do rio Macaé, promovemos a instalação de um painel solar no prédio administrativo, a implantação de um projeto de reuso da água da chuva e a construção de um centro de vivência para aplicação do conceito de sustentabilidade e integração, que são exemplos da importância dessas práticas para a nossa empresa.

Localizada no município de Macaé, a Planta é uma termelétrica de ciclo combinado (CCG), com uma capacidade instalada de 827 MW, que utiliza o gás natural produzido na Bacia de Campos como combustível e opera com três turbinas a gás e uma a vapor.

827
MW

capacidade instalada

2.5
Milhões

de consumidores atentidos

320
kwp

fotovoltáico

100
%

EDF

Usina Termelétrica Norte Fluminense 2

Temos prevista a construção de um novo empreendimento termelétrico em Macaé, a Usina Termelétrica Norte Fluminense 2 (UTE NF2), aumentando a disponibilidade de energia elétrica na rede nacional de energia. Com licença prévia emitida pelo Ibama em 2021, concluímos a primeira fase do licenciamento ambiental, confirmando a viabilidade socioambiental do projeto.

A UTE NF2 terá capacidade de gerar 1,713 MW de energia, representando 19% da potência elétrica total instalada no estado do Rio de Janeiro. Com o objetivo de otimizar os serviços e reduzir o impacto do empreendimento na região, as instalações serão próximas à nossa usina já existente em Macaé, a UTE Norte Fluminense, possibilitando que algumas estruturas sejam utilizadas pelas duas plantas. Um exemplo é o compartilhamento da outorga de água, que será possível devido à implantação de uma inovação tecnológica, reduzindo aproximadamente 90% do consumo desse recurso comparado ao uso de tecnologias convencionais.

Ainda com foco no compromisso com o desempenho socioambiental, priorizamos áreas afastadas de ocupações residenciais, minimizando eventuais interferências no modo de vida da população. Além disso, a usina estará inserida em uma área hoje ocupada por pastagens, evitando impactos em fragmentos da Mata Atlântica.